Wireframes & Prototipagem: Planeando O Futuro

UX Design | 15th Outubro 2015

Embora possam parecer simples, os processos de wireframing e a prototipagem são fases exigentes, essenciais para definir um projeto digital, dinamizando e facilitando os outros processos do desenvolvimento de uma página web ou aplicação. Na Hi INTERACTIVE, conhecemos a importância de estruturar bem as ideias. No seguinte artigo, demonstramos de que forma a otimização das formas de interação pode ajudar a criar experiências autênticas e listamos ainda 5 ferramentas de wireframing e de prototipagem.

Preparar o terreno

Na arquitetura digital de um negócio, o wireframing e a prototipagem deve ser um dos pontos de partida de todo o processo. Falamos, claro, de um processo colaborativo, no qual os próprios clientes devem ser chamados a tomar parte para que todos os objetivos e necessidades sejam tidos em conta.

Ao criar uma página que visa ser visitada por milhares de utilizadores, é importante saber como esta deve funcionar. Daí que seja necessário estruturar bem o projeto e criar uma maqueta antes de começar a construir seja o que for. Convém também lembrar a importância de compartimentar os conteúdos de forma lógica, definindo cada secção com clareza.

Consoante a especialidade dos membros da equipa, cada um deles deverá estar atento a potenciais erros. Esta fase deve ser pensada como a inspeção a um edifício em construção: arquitetos, eletricistas e pedreiros vão encontrar diferentes problemas (e as respetivas soluções) na estrutura, para que a construção possa ser otimizada. Trata-se, pois, de testar a user experience da página: a eficiência desta vai ser avaliada também nos protótipos, cujo aspeto se aproxima mais do design final do projeto.

Com estas práticas, é possível otimizar as formas de navegação de uma página, evitando assim problemas de usabilidade no futuro; para não falar na prototipagem facilitar o trabalho da equipa de desenvolvimento e programação, tornando todo o processo mais célere.

5 ferramentas de wireframing & prototipagem

Desenhar um projeto em papel é bom, mas, nesta era digital, torna-se pouco prático (especialmente se tivermos em conta que muitas equipas trabalham remotamente). Felizmente, existem já alguns programas que facilitam estes processos:

In-Vision. De designers para designers: é assim que a In-Vision se apresenta. Esta ferramenta permite criar protótipos, sendo que umas das suas principais vantagens é a possibilidade de partilhar estes documentos online com os clientes, apresentando-os como simulações do projeto final o que facilita o brainstorming.

Axure. Executa todas as funções necessárias a este tipo de aplicações e ainda oferece um período de teste de 30 dias. Esta aplicação de design simples permite criar wireframes e mockups interativos, cujos links podem ser enviados ao cliente para que esta fase do projeto seja revista e avaliada.

Pidoco. Permite partilhar projetos diretamente com os clientes online. Inclui funções para colaboração e discussão e conta ainda com uma aplicação para o telemóvel.

Balsamiq. Com uma interface totalmente user-friendly, a Balsamiq permite arrastar documentos para criar uma maquete de página ou de aplicação com facilidade.

UX Pin. Esta ferramenta online de design colaborativo permite criar wireframes e protótipos interativos, disponibilizando um kit de elementos de design comuns e oferecendo uma variedade de elementos de UI.

Seja qual for a ferramenta a utilizar, o wireframing e a prototipagem são processos indispensáveis para qualquer projeto digital. É através de um bom planeamento que podemos estruturar, otimizar e criar experiências de acordo com as melhores práticas internacionais. Queremos fazer parte do seu planeamento: fale connosco.

Voltar